sábado, 30 de junho de 2012

10 semanas... Começa a diversão !

Graças a Deus, dez semanas de gestação completas. Agora o bebê tá quase pronto, aí vai faltar só crescer, crescer e crescer até "dar ponto" hehehe. Estou começando a ficar mais tempo sem enjoar, sem dores de cabeça, com mais ânimo para fazer as coisas. Ontem até fui à pé para o centro da cidade -- e olhe que são 3km! O curioso é que a hora que reparei, quando cheguei lá e parei pra beber água, notei q minha barriga deu uma estufada... Interessante! Porquê será ?

Bom, tive que ir ao centro pra comprar algumas roupas e sapatos baixos. Também precisava de uma estola para acompanhar meu vestido, já que tenho um casamento chiquééééérrimo hoje à noite. Bem, tudo resolvido, encontrei com o marido lá no centro mesmo e fomos procurar os sapatos ideais. Ao chegar na loja, tinha uma outra moça (que eu achei que era obesa) grávida de cinco meses, mas olha, um barato!! Me diverti muito com ela. Ela me deu tantos conselhos, já que este é seu segundo filho. Por exemplo:

-- Não coloque nada, tipo moedas ou chaves no sutiã (como ela adivinhou?), porque o neném nasce com o desenho na cara.
-- Não aperta essa barriga, não coloca nada em cima dela!
-- Salto alto? Cê é lóuca? Ainda bem q vc não vai mais usar, não pode!!!

Ela falava bem alto, de dava aquela risadona. Parecia que eu a conhecia há muitos anos... 

Depois as meninas da loja -- e ela -- ficaram dando palpites se seria menino ou menina.

-- De quanto tempo cê tá?
-- Dois meses e meio, digo eu.
-- E cê qué menino ou menina?
-- Preferimos menino, digo eu.
-- Ah... Olha, mas a sua barriga tá muito grande ... pá sê hómi.

A atendente me fala entre dentes:
-- Olha, a minha irmã ficou com barriga grande e era homem, então eu acho que é homem sim!

A moça volta a falar:
-- Olha, cê tem que ver na sua família... Quem nasceu primeiro na sua casa foi menina?
-- Somos só eu e minha irmã biológicos -- disse eu.
-- Ah, então o seu primeiro filho vai ser menina!!! É sempre assim!

E cada um dava seu parecer, uma teoria mais maluca que a outra! Ah, e também foi dito que o médico errou umas três vezes antes de dizer o que era o bebê afinal. Uma hora era menino, na próxima ultra era menina... Na quarta ou quinta vez é que ele acertou. Aiai!

Bom, o negócio é esperar o dia 23/07 pra tentar saber. Como estarei de quase 5 meses, com certeza já vai dar pra ver!!! Tomara! Aí vamos começar nossas comprinhas fofas!!!!! Ebaaaaa Não vejo a hora. 

Agora bora desembarangar pro casamento. Bjos!!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Muito prazer, este é o nosso bebê !

Apesar de ter passado mal a maior parte do tempo até agora, foi uma emoção a consulta médica de hoje. Fizemos uma ultra-trans e eu pude ver meu bebê de novo! Estamos na 9ª semana, e a data prevista para o parto é entre 22 e 25 de janeiro/12. Gravei as imagens e trouxe para o papai ver! Uma graça... Agora sim, tá começando a ter formato de bebezinho: 

9 semanas - 2,5 cm
Pena que o DVD não tem áudio, senão eu passaria o dia todo ouvindo o coraçãozinho! Até o médico disse que ele cresceu bem! E que este mal estar é pra passar dentro de 2 semanas, aí sim vou começar a curtir a gravidez de verdade. Não vejo a hora!!

terça-feira, 19 de junho de 2012

Parto em casa

Minha amiga Andréia Cruz, do blog Simplesmente Eu e Eles me indicou um vídeo através do Facebook que quero deixar aqui no blog pra vcs verem. Amei!
É um parto natural, em casa mesmo, com o acompanhamento da família, de uma doula, da obstetra e de um pediatra. Não sei se teria coragem, ou se teria dinheiro pra tudo isso, mas que foi lindo foi!
Invistam 12 minutinhos das suas vidas para ver... É lindo, lindo, lindo. Assitam o vídeo AQUI.

Roupas maiores... Já ??

E não é que de repente fiquei pelada?
É sério!
Em 2010, pra quem acompanhou meus blogs anteriores, eu pesei 80 kg. Então, fiz regime, passei a pesar 56 kg, depois subi e estacionei nos 62,63 kg e de lá pra cá não engordei nunca mais. Meu manequim que era 46, passou a ser 38-40. E, claro, nesses dois anos que se seguiram, troquei todas as roupas, de forma que 42 é o maior nímero que tenho -- é uma blusa de frio.
Agora que engravidei, adivinha: com dois meses e pouquinho de gestação, estou pesando 70kg, e nada mais me serve. Mesmo com tanto enjôo, mesmo ficando praticamente sem comer por conta de tanto vômito (comer eu como, só que não pára no estômago), engordei e acabaram-se as roupas. Tudo o que tenho servindo são duas blusinhas e 3 calças (duas são legs).
Aí, para minha sorte, fui pagar uma conta um pouco alta e, qdo cheguei lá, adivinha: "Já está pago, moça!" Nossa, fiquei pulando de alegria, né!!! E agora à noite maridinho e mulherzinha vão às compras. Vamos ver o que encontro por lá!

Por outro lado, aqui em casa, tô quase botando os bofes pra fora. Descobri que uma das coisas que me faz passar mal é o mau cheiro da roupa de cama dos cachorros. Meu, mas como é que vou deixar eles dormirem no frio ?? Vou ter que dar um jeito nisso... Ai ai...

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Menino ou Menina ?

Entrei no terceiro mês! E com ele vem a expectativa: será menino ou menina? Difícil saber... Há alguns testes interessantes nos quais você responde algumas perguntas (curiosas até) e através das respostas você fica sabendo da probabilidade de ser menino ou menina. Há dois sites onde você pode fazer os testes: este e este. Você vai estranhar as perguntas, algumas são até meio que folclóricas, mas vale a brincadeira...

Neste período devo redobrar meus cuidados. Afinal, estas próximas quatro semanas serão decisivas para meu bebê: depois do terceiro mês o risco de interrupção gestacional cai 99,9%! Então poderei começar a sonhar com o enxovalzinho, com o quartinho, enfim, com todas as coisas mais lindas que povoam os sonhos de uma futura mamãe de primeira viagem!

Falando em enxoval, combinei com minha mãe que não vamos comprar nada. Vamos FAZER cada pecinha de roupa. A orgulhosa vovó tem um atelier com três tripos diferentes de máquinas de costura e muito espaço para nossa imaginação! Fazer macacões é muito fácil. E você já reparou nos preços absurdos de hoje ?? Com o valor de 1 único macacão você compra o tecido e aviamentos e faz uns 4! Melhor assim. Bendita hora na qual aprendi a costurar!

Minha barriga já está crescendo, o que me faz cair na real a cada dia. Sim, porque, no começo, é até difícil acreditar que isso tudo esteja mesmo acontecendo. Se não fosse a ausência da monstra e os enjoos e mal-estar, nem acreditaria que estivesse grávida...

Quanto ao dia D, não tenho um pingo de medo. Quero que meu parto seja natural, afinal Deus me fez pra isso mesmo. Não quero ninguém me cortando por aí. Fora que dizem que a recuperação é bem mais rápida e esse tipo de parto é bem mais saudável para o bebê.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Vencendo etapas

Bebê de 8 semanas
Daqui a 2 dias eu entro no 3º mês. E então, dentro de 4 semanas, poderei comemorar de verdade. Espero que a profecia dos enjôos irem embora se cumpra, finalmente. Nos últimos dias não tenho postado porque, cara, como eu passei mal. Mas na verdade eu passei mal por causa de um stress que rolou aí, que nem vale a pena mencionar. Na verdade, só estou citando isso para te dizer o seguinte: aquele negócio de que grávida não pode passar nervoso é a mais pura verdade. Gente, como refletiu fisicamente! Foi brabo. Mas passou, graças a Deus e eu aprendi a lição: vou ficar distante de tudo o que puder me deixar nervosa ou triste.

Uma das coisas que eu estou curtindo pra caramba na gravidez é que vc é a prioridade de todos, sem excessão. O mundo passa a sorrir pra vc e as portas e abrem magicamente! Parece que todos resolvem te paparicar. É o máximo! Senhas preferenciais e atendimento rápido no banco, no supermercado... E ontem eu tive vontade de comer um lanchinho da Subway, então liguei para um moto-táxi. Nossa, ele anotou meu pedido, foi buscar, pagou e trouxe aqui em casa pra mim, com o maior sorrisão nos lábios. E ainda disse: "Tudo de bom pra vcs, viu?!" As pessoas ficam felizes, parece que mais felizes que a gente mesmo (que na verdade tá mais com medo e mal estar que outra coisa)...

Agora, o pai é um caso à parte. Agora no fim dos dois meses, o bebê é ainda bem pequenino, não tem os ouvidos formados nem nada... Mas o papai já coloca o ouvido na minha barriga e conversa com ele. Quando chega do trabalho, pergunta se estou bem, e como está o "nenê". Feliz da vida! Se está assim agora, imagino como ficará quando o bebê estiver grande e se movendo pra lá e pra cá...

É, parece que vou entrar na "fase boa". Hoje acordei bem melhor... Espero que dure.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Os terrível primeiro trimestre

Isso mesmo!
Essa coisa toda que dizem ser maravilhoso, uma delícia, um mar de rosas... Tudo mentira. a não ser que você seja masoquista e goste de se sentir mal. Aí sim, será ótimo!
Você acorda a noite toda pra fazer xixi, e tem que ficar com uma jarra de água ao lado da cama, porque a sede à noite é terrível. Então você acorda com essa vontade de fazer xixi, só que quando você levanta da cama pra ir ao banheiro, sua cabeça gira. E dói terrivelmente. E vem aquela nausea horrível, só que você não vomita.
Bom, vai ao banheiro a noite toda, então acorda exausta. E, ao levantar da cama, vem o enjôo, a vontade de vomitar, dor de cabeça, sede, cólicas. Ah, as cólicas. Não acabam nunca, é como se vc estivesse para sempre prestes a menstruar, mas não menstrua nunca.  Dói o pé da barriga, e sim, você fica inchada logo nas primeiras semanas. Mesmo se você for obesa, vai sentir o peso sim, esse negócio que a barriga só aparece depois de alguns meses é conversa. Veja, seu útero está crescendo, como é que não vai inchar? 
Por causa dessa nausea e enjoos, você só quer ficar deitada. Aí pega um travesseiro, cobertor e vai pro sofá. Liga a tv. Meeeeu, que som horrível. Se abaixa o som, não ouve nada. Se aumenta, a cabeça lateja. Aí você pensa: vou assistir algo legendado, assim não prociso ouvir (mesmo sabendo inglês). Que dó. A cabeça dói se você tenta ler. Aí vem o sono de novo. Você dorme, mas quando acorda, está com dor no corpo inteiro, principalmente no pescoço. E às vezes, se estiver muito mal, porque tem dias que são mais intensos que outros, você é obrigada a ficar de molho o dia todo.
Fora a casa que vai ficando pra trás. De repente você não pode nem respirar, qualquer cheirinho acaba com você. Meus cachorros não podem nem chegar perto de mim. E a comida? Você não pode mais comer como comia antes. Tem dias que tudo o que desce é iogurte. Tem dias que só arroz com feijão. E tem dias que só porcaria. Não é porque você não quer, é porque você tá morrendo de fome, mas se colocar na boca, volta na hora. É assim: você enjoa porque está com fome e enjoa porque comeu.
É isso, e é só o começo, ainda não completei nem os dois meses. Dizem que vai melhorar a partir do terceiro mês, mas há quem diga que ficou assim a gravidez inteira... ai ai.
Então, se você quer muito isso... Esteja preparada para sofrer.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Positivo !

Nós estávamos tão sossegados que nem mencionávamos mais o assunto. Meu marido fez uma pequena cirurgia da vesícula, então passei a me preocupar com ele. Ficou afastado, depois voltou ao trabalho, foi promovido... E eu fiquei em casa. Fizemos um acordo de que eu volto a trabalhar só concursada, empresa privada nunca mais.

Nesse tempo em que nossas mentes estavam voltadas para outras coisas, namoramos bem menos. Mas eu notei algumas coisas diferentes. De repente, minha pele do rosto ficou tããão oleosa, com um monte de acne até no pescoço. Pensei que era o stress que estava passando.  Também passei a comer bem mais. Também atribuí ao stress. Então eu só queria ficar deitada. Onde eu encostava, dormia. Dormia com cachorro, sem cachorro, lá fora, na sala, na cama. Pensei estar com depressão, porque estava acostumada a trabalhar todos os dias na maior correria desde que me entendo por gente e agora não tinha o que fazer e isso me deixava muito triste... Chorava todos os dias, ligava no trabalho do meu marido pedindo pra ele voltar pra casa. É claro que ele não voltava.

Nesse intervalo, conseguimos comprar nossa casa prórpia. E sem precisar vender carro nem dar nada de entrada. E o valor da documentação era exatamente o dinheiro que eu tinha recebido. Uma benção que esperávamos há 6 anos... Mas nem assim eu me alegrava, só chorava e comia. E dormia.

Um dia, depois de namorarmos, me dei conta... Quando eu tinha menstruado a última vez? Não me lembrava mais... Nem ele. Passaram-se mais 2 dias. E eu tentando me lembrar. Lembrei do meu aniversário, de uma outra viagem que fizemos,  mas nada de me lembrar a data da monstra. Então me lembrei que disse a data no exame demissional.

Liguei na clínica e elas me informaram: 20 de abril. Nossa, mas hoje já era 20 de Maio! Estava com 2 dias de atraso de novo... Porém, decidi que não faria exame nenhum, ia aguardar pelo menos 10 dias de atraso, e procurei não pensar no assunto.

Pensando que estava muito gorda, resolvi me matricular numa academia perto de casa. Fui, paguei 100,00. Ia fazer musculação e ia retomar minha boa e velha dieta. Mas, no fundo no fundo pensava se estava grávida ou não.

Com 10 dias de atraso, resolvi fazer o exame de farmácia. Pensei, pelo menos fico sabendo que não é e posso ir pra academia logo de uma vez. Fiz o primeiro xixi num copo descartável e guardei no banheiro. Fui com um motoqueiro comprar o exame. Isso porque eu queria O exame, o Clear Blue, que custa 40,00, mas vc pode fazer com até 4 dias antes de atrasar. Mais confiável. Cheguei em casa e fiz: POSITIVO! 

Sem acreditar muito, chamei um motoqueiro de novo e fui no laboratório colher sangue para fazer o beta hcg. Colhi o sangue, passei numa loja de roupinhas de bebê e comprei um macacãozinho do Corinthians, já que meu marido é fanático. Eu não ligo. Tanto faz. Passei numa papelaria e comprei um cartão e uma caixa com fitas. Embrulhei tudo e trouxe pra casa. Era assim que ia dar a notícia para ele. E, se não fosse a hora, poderia guardar o presente para quando fosse...

Às 14:00 do dia 28 de Maio de 2012 soube que era mãe: o resultado, que deveria ser o nº 26 para dar positivo, deu 38.332! Ou seja, 5 semanas de gravidez! Fazendo as contas, engravidei na noite do meu aniversário, dia 23 de Abril ! Afinal, o sangramento que pensei ser menstruação na verdade era a nidação, ou seja, o óvulo fecundado sendo implantado no meu útero.

Nos dias que se seguiram, os sintomas realmente começaram. Enjôos matinais, gosto metálico na boca, salivação excessiva, sono demais, vômitos... É... Eu realmente estou grávida.

O primeiro "falso-positivo"

Bom, como estávamos treinando bem, de repente meu cérebro começou a me enviar mensagens. Comecei a produzir os mesmos sintomas de minhas pesquisas. Estava tão obcecada, que cheguei até a enjoar. E a enjoar meus amigos, só falava nisso. Era  na padaria, na farmácia, para os colegas de trabalho... E contava os dias certinhos de minha menstruação, até uma tabela eu fiz no excel. Calculava o período fértil, cheguei a comprar uma caixa de testes de dia fértil, que nunca funcionou. 
Quando notei o primeiro dia de atraso, comecei com a maratona de testes. Fiz muitos testes de farmácia, gastei um dinheirão, e nada.
Um belo dia, acho que no 3º dia de atraso, fiz mais um teste de farmácia. E apareceu uma segunda linhazinha beeem clarinha. Fiquei histérica! Mostrei pra todo mundo... E achava que estava grávida. E enchia os ouvidos do meu marido com falsas esperanças... Tudo errado.
Então resolvi fazer um beta hcg no 4º dia de atraso. Apesar de ter convênio, paguei à parte e fiz. Entrava toda hora no site pra ver se tava pronto e... Deu NEGATIVO.
No dia seguinte, a regra veio.
Fiquei tão decepcionada que resolvi esquecer o assunto. Segui os conselhos do meu médico. Parei de ficar treinando dia sim dia não, só treinamos quando dava vontade mesmo... E seguimos assim a nossa vidinha.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Eu, Grávida ? Oh My God!

Descobri que estava grávida semana passada. Isso mesmo, no dia 28 de Maio de 2012 soube do meu estado de graça. Bom, confirmei nessa data, porém antes, muito antes, já estava desconfiada...

Tudo começou quando a maioria das minhas amigas resolveu engravidar. Não que elas combinaram, mas de repente todo mundo tava engravidando. Teve uma época que tinha sete conhecidas minhas grávidas! E eu, aos 29 anos, fazendo regime, pensando só no meu corpão, em trabalhar, em viagens... E em NUNCA ter filho. Nunca concebi a ideia, tinha pavor só em pensar. Pensava no corpão sendo