segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Gente, como pesa !

Estamos na marca das 27 semanas e 3 dias, ou seja, em 4 dias completaremos 7 MESES de gestação! Como passou rápido! E como cresce rápido! A cada dia a barrigona pesa mais, fica mais difícil de respirar, de andar, de subir, de agachar sem dor nas articulações. Os pobres joelhos estão reclamando pra burro... E a coluna então?? Nossa, dói demais, ainda mais hoje que resolvi fazer faxina... Parece que daqui pra frente vou ter que pegar mais leve ainda!

Do último post pra cá, o maridão já sentiu vários chutes, aliás nada discretos. Hellen está dando o ar da graça de vez. Meu útero cresceu até o estômago, tá complicado pra comer também, mas a gente vai levando devagar, devagarinho...

Sair de casa só se for em dias muuuito bons. O motivo é que os enjoos matinais voltaram. Raro não vomitar de manhã e passar mal o dia todo. Também pudera, tá um calor de quase 40° aqui nesta primavera. Insuportável. Domingo tive que me sentar numa cadeira de plástico ao sol no meio do quintal e banhar-me com a mangueira. Senão, parecia que ia derreter. A gente vai ficando molinho, molinho e a pressão vai caindo e é perigoso. Aliás, minha pressão já é baixa, então tem que tomar muito cuidado!

Na verdade verdadeira eu ainda DUVIDOOOO que sejam só 27 semanas. Maaaas, se o médico diz que é, é. E ainda vai falar que nasceu prematura se nascer na data que MINHAS CONTAS apontam. Aiai.

Ele diz: 25/01/2012.
Eu digo: 04/01/2012.

Quem terá razão ?
É esperar pra ver.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Neuras de Mãe

Oiee

Passei rapidinho pra contar que outra noite, ao deitar-me estranhei...
Geralmente Hellen toca o terror quando me deito pra dormir: pula, chuta, muda de lado... Demora a acomodar-se para dormir. Mas essa noite em questão, Hellen ficou quieta... Mas tão quieta que estranhei... Puxei na memória quando foi que senti seus chutinhos a última vez naquele dia... Fazia hoooraaass... Comecei a ficar preocupada de verdade! Mexi na barriga, cutuquei de um lado, de outro e nada... Sabem o que eu fiz?

Comecei a chorar! kkkk 

Aiai como a gente é boba... No dia seguinte ela me acordou às 5:45 como sempre... Pulando como sempre... rsrsrs

Bjs

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Sonhos Malucos...

Essa noite sonhei:

Estava com uma vontade louca de fazer xixi, aí fui ao banheiro. Quando limpei com o papel higiênico, senti a cabeça do bebê! Aí, a bolsa estourou (maluquice, pq a bolsa estoura antes do bebê sair, vai vendo) e eu fui para o hospital, mas no meio do caminho eu mesma tirei... OS BEBÊS. Sim, saíram um menino e uma menina, de olhinhos azuis, porém, ambos do tamannho de uma boneco playmobil: cabiam na palma da minha mão.

Fiquei desesperada, porque eles mais pareciam bonequinhos que bebezinhos. Então fechei as duas mãos e comecei a esfregar pra esquentá-los. Resultado: arranquei a cabeça do bebê menino. 

Chegando no hospital, mostrei os "bonequinhos" para a atendente, disse que precisava de socorro imediato porque eram meus bebês prematuros. A atendente olhou em minha mão e disse que eles não examinavam bonequinhos cravejados de pedrarias, era melhor eu voltar pra casa e tentar engravidar de novo. Olhei na minha mão: a bonequinha estava toda cheia de pedrinhas brilhantes vermelhas.

Acordei assustada, olhei meu barrigão e pensei, com toda a felicidade do mundo:

"Ufa, ainda estou grávida!"

Esse não é meu primeiro sonho maluco...
E vocês, já tiveram sonhos estranhos na gravidez? Contem pra gente!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A Bíblia de toda mãe !!!

Presentinho especial de Andreia Cruz Francklin, A Vida do Bebê é um livro do Dr. Rinaldo de Lamare, neste vídeo vocês poderão conferir um pouco mais sobre ele. Obrigada minha querida amiga! Espero que gostem.



Presentes da Hellen

Quero agradecer a todas que me presentearam, ou melhor, que presentearam Hellen desde o terceiro mês de gestação... Ainda nem fizemos o chá e já ganhamos tantas coisas lindas! Obrigada a todas de coração!
No vídeo abaixo vcs podem conferir os presentinhos... E tem algo muito, muito especial e surpreendente no final! Bjos a todas!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Rotina alimentar

Vinte e cinco semanas (seis meses e uma semana) se passaram e já posso identificar uma rotina na vidinha da Hellen.
Ela é tranquila, não é muito de se mexer não... Não sei se é porque o espaço está ficando pequeno pra ela, só sei que as estripulias agora parece que tem hora certa.
 
Por exemplo, sempre que tenho fome ela se agita. E a fome que dá, minha amiga, não é a fome que você está acostumada não! É um desespero terrível, uma dor de estômago muito forte e a necessidade de comer até pedra se não tiver outra coisa... Nesses momentos, ela pula bastante, não importa a hora. Hoje minha rotina alimentar está assim: 05:45 da manhã é o primeiro café da manhã. Às 9, o segundo. 12:00 o almoço, depois outras refeições às 15, às 18 e por último às 21. Tem dias que ainda tenho que levantar no meio da madrugada, dependendo o que andei comendo, se for muito leve antes de dormir, a fome vem mesmo!
 
O legal é que nessa preparação, geralmente na das 05:45 que é quando ela mais se agita e a fome é mais intensa, eu falo com ela: "Calma, Hellen, já vai... A mamãe já vai comer!" Parece que, ao ouvir a minha voz ela dá uma leve paradinha, mas logo se agita de novo. só sossega depois que eu mato a fome, aí nós duas voltamos a dormir. Posso imaginar... Hoje preparo o café da manhã pra mim, logo logo vai ser com ela chorando de fato no meu colo! Tomara que Deus me dê paciência e carinho pra lidar com isso, não que eu não tenha, mas é que nunca lidei com uma situação assim...
 
Já ganhamos vários presentinhos e, como hoje é dia de beleza, apesar de ser plena segundona, ontem à noite faxinei a mini-casa onde moramos e hoje estou livre ...  Então estou pensando em fazer um vídeo mostrando os presentes que ganhamos até agora. Assim que ficar pronto eu posto pra vocês.
 
Também já comecei a distribuir os convitinhos do chá de bebê. Será daqui a uns 40 dias... Vai ser muito legal!
 
Bom, por hora é só. Beijinhos!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Um Dia e Tanto !

Seis meses de gestação!! 24 semanas e Hellen só cresce e ganha peso... Parecida à mãe dela, a diferença é que eu cresço pros lados e pra frente hehehehe...

O dia de hoje foi intenso, não sei como estou tendo coragem de digitar pra vcs... Mas foi muito emocionante, teve coisas boas e ruins... Mas tudo faz parte e em tudo dou graças a Deus que tem cuidado de mim de verdade!!

Pra começar, tínhamos consulta médica às 09:30 da manhã. Coincidentemente, a ultrassom especial que o médico pediu foi marcada pro mesmo dia e horário no hospital Unimed. Tentei por vários dias ligar na clínica pra avisar e trocar meu horário, mas o telefone de lá está com defeito e eu não consegui falar, então resolvi que ia ao hospital fazer o exame que ele pediu primeiro, em seguida iria para a clínica pra marcar um retorno e explicar o que aconteceu. Planos feitos, lá fui eu.

Lá fomos nós, porque minha mãe foi junto. às nove horas da manhã nos encontramos em frente ao hospital e nossa saga começou...

A consulta que estava marcada para as 09:30, aconteceu quase onze horas da manhã, mesmo a atendente tendo preenchido minha ficha às oito e cinquenta, porque eu cheguei mais cedo. Bem, mantive a calma e esperamos, acompanhadas da pequena Giovana, uma menina de braço quebrado, 3 anos de idade, pra lá de sapeca, que até no meu colo quis dormir. Leu revista (sim, ela sabe as letras!!), disse que todas as meninas da revista eram ela, tentou arrancar minha roupa pra ver o nenê quando soube que tinha um na minha barriga. Uma festa!

Já na sala de ultrassom, pegamos a imagem de Hellen, supercrescida, chupando o dedo. Aliás, até brinquei, porque como imaginei que seria rápido, planejei tomar o café da manhã num pequeno tipo de bistrô que tem no centro da cidade. Não imaginei que demoraria tanto!! Disse que Hellen chupava o dedo porque estava com fome... O médico disse que ela estava feliz e tranquila, fez tudo o que tinha que fazer e saiu. Pena que não tenho as imagens, porque o hospital não cedia.

Então nos dirigimos à clínica - já onze e meia da manhã. Eu queria marcar apenas um retorno, mas a Malu fez questão que eu voltasse à uma hora. Então, resolvi comer, apesar de estar em jejum ainda não sentia nenhuma fome. Fomos ao supermercado, compramos baguetes com salada, suco de soja para minha mãe e um iogurte pra mim. Comemos assentadas à sombra em uma praça, embaladas pelos sons do sino do meio dia da Catedral. Conversamos, rimos muito e alimentamos as pombas. Calor.

Então resolvi tomar um Mc Colosso, eu e minha mãe. Voltamos à praça, mas nos assentamos em outro lugar. Então, terminado o sorvete, comecei a falar sem parar. Falei, falei, falei muitoooo e, de repente, do nada, as luzes começaram a se apagar.

Parei de falar, apoiei-me em minha mãe. "Estou passando mal, estou passando muito mal" disse eu. E foi tudo. Só vi quando uma moça de branco estava passando e minha mãe gritando desesperada "Moça, moça, por favor, ajude aqui, ela está gestante, está passando mal !" Sério, pensei que desmaiaria, mas não cheguei a tanto, acho que porque estava sentada e não de pé. Fico imagiando o que teria acontecido se eu estivesse sozinha...

A moça -- que é dentista, a Dra. Maíra -- se aproximou, tomou meu pulso, fez a contagem, perguntou algumas coisas pra minha mãe que eu não entendi muito bem: tudo era um borrão. Só entendi quando ela disse "hipoglicemia" e "quer que eu te busque uma água?" ao que prontamente respondi em afirmativa. Ela foi ao supermercado enquanto minha mãe se desesperava com meu tom verde-etê. Logo Dra. Maíra retornou com uma garrafa de água e outra de coca. "Beba água!" disse ela num tom amavelmente severo. Obedeci, como um autômato. "Agora beba coca!" ordenou. "Grávida pode tomar coca?" balbuciei eu, ao que ela respondeu um sonoro "Siiiiiim!!! Bebi minha gravidez toda!!!"

Enquanto eu bebericava a coca, ela explicou, segurando meu pulso, que isso ocorrera porque eu fiquei muito tempo sem comer, embora não sentisse fome, tinha que ter comido. Explicou como a hipoglicemia é perigosa, tanto para Hellen quanto pra mim. Palestrou sobre o tema e, após ter me dado seu cartão, despediu-se amavelmente "Posso ir tranquila?" com meus sinceros agradecimentos e de minha mãe. Lembrei-me do mendigo de quem comprara balinha de 1 real (que nem comi) pra ajudar em seu almoço, ou pelo menos foi o que ele alegou. Imaginei que temos que ajudar todas as pessoas, pois não sabemos de quem vamos precisar logo em seguida!

Deu o horário, passei na farmácia comprei vitamina de gestante e seguimos para a clínica novamente. Lá, fui atendida -- vimos a Hellen na ultra de novo (!!) mas desta vez estava de costas --, contei tudo ao médico que me disse as mesmas palavras que a Dra. Maíra. Disse pra eu colocar o relógio pra despertar e comer sim de 3 em 3 horas, ou isso pode comprometer e complicar a gestação. E ele me meu outra péssima notícia.

Disse que o INSS provavelmente vai barrar meu auxílio-maternidade, pois vão saber que eu estava grávida desde o dia 20/04 (data da última menstruação) e vão pedir pra eu encaminhar-me à empresa de volta, pois estou estabilizada e não poderia ser demitida como fui no dia 23/04. Céus. Como eu NÃO QUERIA envolver aquelas pessoas nisso. Pra mim estão mortos e enterrados, não queria nem lembrar que existiram... São pessoas violentas, maquiavélicas e vingativas. Sério, vai doer mais em mim que neles, não queria nem olhar no rosto deles nunca mais, pra ser sincera, bem sincera. Minha decisão a princípio é tentar receber o auxílio do mesmo jeito e em último caso, só se o INSS barrar mesmo esse direito da Hellen vou recorrer. Nossa, tomara que não seja preciso, de verdade !!! Se não pagavam o salário em dia, que dirá uma indenização que beira os 20 mil reais !!

Bom, no fim, depois de tantas emoções, fui pra casa de mãe que não queria que eu ficasse sozinha de jeito nenhum e o marido me buscou à noite. Estou um bagaço, estou morta de canseira mesmo, mas tinha que contar pra vocês!

Peço que orem por nós pois estamos passando por dias de grandes decisões. Que Deus seja o centro de cada uma delas!

Beijão a todos!